Publicado por: blogdaigualdade | junho 14, 2010

Mulheres Negras do Odum Adotá comemoram 50 anos na Câmara Municipal de Salvador

Cinqüenta anos de luta e resistência de mulheres negras em defesa do axé, foi o tema do evento que marcou os 50 anos de existência religiosa do Odum Adotá. Promovido pela Associação Cultural e Religiosa São Salvador – Ilê Axé Oxumarê, a cerimônia de comemoração ocorreu em sessão especial, na câmara municipal de Salvador, na última semana de maio.

Estiveram presentes, o assessor especial da Secretaria de Políticas Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República, o ogã do Ilê Axé Oxumaré, Marcos Rezende representando a Comissão Especial de Promoção da Igualdade da Assembléia Legislativa, O presidente da Fundação Palmares, Zulu Araújo, a juíza Luislinda Valois, Almiro Sena, promotor do Ministério Público, Ailton Ferreira, secretário municipal da Reparação, que representou o prefeito João Henrique e o deputado federal Emiliano José (PT), dentre diversas representações da sociedade civil e do governo.

A Orquestra AfroSinfônica, regida pelo maestro Ubiratan Marques, apresentou-se no coquetel de encerramento do evento. O presidente da Comissão Especial de Promoção da Igualdade e deputado estadual Bira Corôa afirmou que os cinqüenta anos de história do Odum Adotá, representam à valorização do povo negro na luta dessas mulheres que defendem a tradição de seus ancestrais na religião de matriz africana. “As homenagens às mães do Odum Adota reverenciam os 50 anos de existência de sua história e cultura, mas representam também as lutas de resistência de toda a população negra da Bahia” conclui Bira Corôa

Anúncios

Responses

  1. Enaltecer nossa história!
    É reverenciar nossos ancestrais!
    Vivas com carinho e axé,

    Egbonmy Conceição Reis de Ógùn
    Coordenadora Intecab – SP
    http://www.intecabsp.wordpress.com
    http://www.telecentrointecabsp.blogspot.com

    • Prezada Egbonmy Conceição Reis de Ógùn,

      Agradecemos o seu comentário em nosso blog e colocamos o nosso mandato a disposição para que continuemos afirmando as religiões de matriz africana na luta pela igualdade e contra a intolerância religiosa na Bahia e no Brasil.

      Um grande abraço


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: